sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Voltando ao Assunto: Onfalocele

Aproveitando uma consulta de rotina com a minha GO, perguntei se por eu ter nascido com onfalocele (mal formação genética), haveria algum problema para engravidar ou com o bebê. Ela me esclareceu, mas na hora, também me preocupou um pouquinho, porém já desencanei.

Quando uma mulher quer engravidar, o médico orienta para que a futura mamãe tome diariamente o famoso AF (ácido fólico), que auxilia na formação do cérebro e da coluna do bebê. No caso de quem teve onfalocele é importantíssimo e indispensável que tome o AF, meses antes de ficar grávida.

De acordo com o que ela me explicou, o que provavelmente causou a mal formação em mim, foi a deficiência de AF no organismo da minha mãe, pois antigamente as gestantes não tomavam AF durante a gravidez e muito menos faziam ultrassonografia, que poderia diagnosticar a onfalocele bem antes do bebê nascer. Explicou também, que a doença não tem nada haver com tipo sanguíneo do pai e da mãe ou coisa do tipo, como muita gente pensa.

Na hora fiquei preocupada, mas ela me disse que isso não quer dizer que eu também posso ter um bebezinho com mal formação, não é isso. Mas baseado no meu histórico, entendo que é exatamente por isso que quando formos ter um bebê, ela fará questão que eu tome o AF, meses antes de tentar engravidar.
   
Outra coisa que ela me esclareceu, é sobre o remédio que eu tomava para emagrecer (Femproporex). Não é cientificamente comprovado, mas em alguns casos de nascimento de bebês com mal formação, as mães haviam feito uso do femproporex um tempo antes de engravidar e este medicamento é considerado “faixa preta”... eu não sabia!
E o pilantra do Endocrinologista também não disse nada.
Conclusão: se acidentalmente eu ficasse grávida (pois vivo esquecendo de tomar a pílula), sem tomar o AF, fazendo uso do femproporex e com um histórico de onfalocele, adivinha o que teria acontecido?
Sim, eu teria grandes chances de ter um bebezinho com mal formação, mas como Deus é bom, Ele colocou a Dra. Elaine no meu caminho e é claro que eu parei de tomar!

Bom, já estou mais que esclarecida e quando for o momento certo, sei que Deus vai enviar um presentinho divino pra mim.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Flatulência

Nossa adorada Teka dessa vez se superou. Deve ser o mais novo recorde do mundo animal!

Em uma única manhã, do momento em que acordei até a hora em que saí para trabalhar (aprox. 1 hora), eu consegui contar 7 (sete!) peidinhos caninos da pequena Teka.

É sério, nem nós estavamos acreditando, a criatura solta 'bufas' igual gente grande...rsrsrs. Ela peida muito alto e ainda olha para trás, fingindo que não foi ela.

Pelo menos os peidinhos dela não são aqueles fedorentos, ao estilo 'bomba de efeito moral" que dispersaria até a torcida do "Curinthiá"...uiá!

Mas que é esquisito, isso é!
Imagina se ela resolve fazer isso na frente das visitas? Aff!

Além de solta pum como se estivesse participando de um campeonato de peidos, ela arrota depois que come e ronca feito um motor velho.
Chegamos a conclusão de que ela só falta falar mesmo!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Dez p'ras Oito

Esse horário de verão mexeu com o meu 'reloginho'!

Acordei e olhei no relógio: 7:50 hs

- Hã? Dez p'ras oito? Puts!
 (detalhe: eu entro no serviço às 8:30 hs e o Marcio às 8:00 hs)

Pulei da cama, olhei no relógio da cozinha: 7:50 hs
Olhei o horário na televisão: 7:50 hs.... e o marido na cama ainda.

- Marcio, já é dez p'ras oito!!!

Corri para o banheiro já xingando e enquanto escovava os dentes pensei:..." não vai dar tempo de fazer marmita mas tudo bem, se eu for de Metrô, talvez não cheguei tão atrasada, que roupa vou vestir?.... ai mas que merda!".

- Marcio, já é dez p'ras oito!!! (já nervosa)

Ele aparece na porta do banheiro, já nervoso também, e diz:
- Que é amor, temos alguma coisa para fazer hoje?

Foi aí que eu caí na real...... ainda era DOMINGO

Ufa!
Me deu um alívio e fiquei feliz em saber que eu não estava atrasada e podia voltar para a cama, o marido ficou bravo (claro!), só porque eu acordei ele cedo demais...... Sorry!

Até agora dou risadas, quando me lembro... rsrsrs

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Essas Crianças...

Já estamos em Outubro, mês das criançaaas!!!
E eu fui uma criança muito feliz, como poder ver na foto abaixo... ahahahaha!

Ah!... que cara de anjinho! rs

Vivíamos no tempo das "vacas magras", não havia fartura e disperdício nem pensar! Aliás, quase tudo que fazíamos, um passeio por exemplo, era bem pensado e calculado, mas no fim dava tudo certo e nunca nos faltou o necessário para vivermos bem e felizes, e também para criança não tem tempo ruim.

Eu (de azul) e minha irmã...duas lindezas!
(foi mamãe que disse! rs)
Deu pra perceber que minha mãe gosta muito de tirar fotos no meio das plantas e dos matos, né!

Neste momento eu pensava:
"O que que estou fazendo aqui?"

O que leva uma pessoa a tirar a foto da filha num terreno vazio, com uma roupa surrada, descalça, descabelada, com uma faca e uma laranja na mão???
Minha mãe disse que queria captar o momento. E acho que ela conseguiu... captou o momento sem-terra-mirim. Falando nisso, minha "mamadi" diz que eu era uma criança que vivia meio descabela e com as pernas cheia de perebas e hematomas rsrsrs, normal ué! Algumas crianças de hoje em dia, senão a maioria, são obesas, sedentárias e tem calos nos dedos de tanto jogar videogame!

Ainda me sinto meio criança às vezes e espero que isso não mude com o passar do tempo.

"Ser criança é acreditar que tudo é possível.
É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco.
É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos. Ser criança é fazer amigos
 antes mesmo de saber o nome deles.
É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar.
Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.
Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser."
(Gilberto dos Reis)

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Tocando em Frente

Essa música é simplesmente linda e tem tudo haver com a gente!


Tocando em Frente
Almir Sater e Renato Teixeira


Ando devagar
Porque já tive pressa
Levo esse sorriso
Porque já chorei demais


Hoje me sinto mais forte
Mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza,
De que muito pouco sei,
Ou nada sei


Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs

É preciso amor, pra poder pulsar
É preciso paz, pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida, seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro, levando a boiada
Eu vou tocando os dias, pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs

É preciso amor, pra poder pulsar
É preciso paz, pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia, todo mundo chora
Um dia a gente chega e no outro vai embora

Cada um de nos compõe a sua historia
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Que casal do cinema vocês são?

Esse foi o nosso resultado... uuuuiii!
É, realmente, às vezes eu tenho vontade de atirar as coisas no Marcio...ahahahahaha

Jane (Angelina Jolie) e John (Brad Pitt) - "Sr. e Sra. Smith"

Vocês vivem divididos entre as discussões e os episódios arrebatadores de paixão. Cada um quer preservar a sua individualidade e acaba esquecendo que, em uma relação, os dois precisam ceder. Se querem mesmo ter um futuro, é hora de abrir mão do orgulho e dialogar bastante. A relação pode dar certo, mas é preciso que os dois cheguem juntos a uma solução para as brigas constantes. Vá à luta!

Que casal do cinema vocês são?
Achei o teste interessante e engraçado, se vocês fizerem não esqueçam de me contar o resultado, viu!???

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Coisas da Teka

A Teka anda meio perturbada e esquisita ultimamente. Agora ela resolveu fazer vistoria na casa inteira, como se estivesse procurando algo. Até atrás das portas ela verificou. rs. rs.
Coitadinha deve estar ficando “biruta”!rs.rs.

Ontem eu e o marido pegamos no sono, no sofá, eu acordei meio assustada, olhei nos paninhos e ela não estava lá. Pensei: “deve estar no quarto, na caminha dela que é mais confortável”, dei uma olhada de longe e não a vi. Pensei novamente (eu penso muito sabe, rs): “péra aí, mas se a porta está fechada...aaaahhh...pilantra”

Fui na ponta do pé até o quarto e adivinha? A espertinha estava dormindo tranquilamente em cima da nossa cama, pode!? A gente dá a mão e ela quer o braço, a perna, o sofá, a cama.....

Outro dia, ela e o marido foram dormir, eu fiquei na sala assistindo tv e, só pra variar, peguei no sono!
Acordei de madrugada, sentindo um nariz gelado no meu rosto e uma língua babada me lambendo. Quando abrir os olhos, vi na minha frente um corpo enorme e peludo, com um rabo na ponta que balança freneticamente, como se estivesse ligado a um motorzinho, e dois lindos olhos cor de mel, me olhando como a dizer: "não consigo dormir, o papai tá roncando!" rsrsrs. Ou então "tive um pesadelo, posso dormir aí com vc?".
 
Mas o que aqueles lindos olhos remelentos diziam mesmo, era: "o que vc está fazendo aí? vamos dormir no quarto, o papai também está lá!". E ainda pude ler no fundo, no fundo daqueles "zóinhos" amarelos: "posso dormir na sua cama também?"

Hã! Pensei. Não pode não, vc tem um colchãzinho só pra vc, e por acaso eu durmo na sua caminha? Além do mais, vc peida terrivelmente alto, quase toda manhã! Sorry!
Teka, a mamãe te ama, mas vai já pra sua cama!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Arrogância

Um oficial da Polícia Federal vai a uma fazenda, em Itaúna, MG, e diz ao dono, um velho fazendeiro:
- Preciso inspecionar sua fazenda por suspeita de plantação ilegal de maconha!

O fazendeiro diz:
- Sim senhor, mas não vá naquele campo ali - e aponta para uma certa área.

O oficial,  fulo da vida e cheio de arrogância, diz indignado:
- O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo? - e tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro:
- Este crachá me dá a autoridade de ir onde quero, e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? Me fiz entender?

O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo.´Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o oficial do governo federal correndo para salvar sua própria vida, perseguido pelo "Santa Gertrudes", o maior touro da fazenda. A cada passo o touro vai chegando mais perto do oficial, que parece que será chifrado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O oficial está apavorado.

O fazendeiro, mineirinho muito educado e solícito, larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças de seus pulmões:
- Seu crachááááááá! Mostra o seu crachá pra ele!!!

Toma, bem feito! rsrsrs

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Esse é o nosso bebezão

Mãe é "bicho" besta mesmo! rsrsrs

Ela pensa que é criança e que ainda é pequena, olha só!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Oh!

"Oh, e agora quem poderá me defender!"

Ou seria: "será que ele não percebem que eu quero domir!"

Rsrsrs, princesinha da titia!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Linha 2296 - Teste de Resistência

Hoje venho aqui para dividir com vocês o meu drama, o meu sofrimento quase diário.
Vocês conhecem a linha 2296 da Zona leste? Não?
Pois não estão perdendo absolutamente nada!
Em questão de passageiros, essa é a pior linha de ônibus que eu já conheci em toda a minha vida, nem em Guarulhos vi nada assim.
Pensem naqueles “tipinhos” desagradáveis, sem noção, sem “simancol”, que irritam e conseguem acabam com o humor até da pessoa mais tolerante do mundo? Pensou?
Agora imaginem eles todos (sim colega, eu disse TODOS!) reunidos num mesmo ônibus coletivo lotaaaaaado.
Tem de tudo: bêbados, pessoas fedorentas (de CC a mau hálito), bêbado-fedorento, gente mal educada, o “fulano” que liga o celular para tocar músicas horrendas no último volume (na terra dele não deve existir fone de ouvido!), tem o infeliz que pára na frente da porta ou na escada e parece que cria raiz nos pés, tem aquele que grita com amigo dele que está no último banco do ônibus, tem o folgado-espaçoso, o sujeito que conversa no celular gritando na sua orelha, como se você não estivesse ali e por ai vai a tortura.
A minha aventura começa no Term. Pq D. Pedro II, mas essa é a parte mais fácil, pois o “busão” sai praticamente vázio. O problema é que no caminho até a Vila Carrão o bendito veicula lota (gentalha, gentalha...) aí eu vou tentando exercitar a paciência e a tolerância com os meus sememelhantes.
O auge da aventura é a prática do contorcionismo para passar pelos coleguinhas que descrevi acima e depois pelas pessoas plantadas na porta do coletivo, que devem pensar que vou "dar uma ghost" e atravessá-las, porque elas não saem da frente e após tudo isso, consigo descer daquela lata de sardinha dos inferno. Viiiiivaaaaa!
Depois de descer é hora de verificar se está tudo no lugar... rsrsrs: bolsa [ok!], marmita [ok!], blusa [ok!], marido [ok!]. Ufa, até que enfim!

É assim que eu faço para chegar em casa quase todo dia, passando por mais um teste preciso descansar, porque no dia seguinte com certeza terá mais!

terça-feira, 6 de julho de 2010

Nasceu!!!

A Ana Julia nasceu ontem em Guarulhos, grande, forte e faminta como todo bebê. Eu ainda não a vi, mas dá para ver que ela é a coisinha mais linda da titia, né!?

Da mesma forma que a tia coruja que vos fala, a Juju é do signo de Cancer, regida pela Lua. Cancerianos são muito ligados à familia, são sensíveis e emotivos.

Assim que possível postarei mais fotinhas dessa lindeza!
Que Papai do céu te abençoe e ilumine sempre minha lindinha!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Tá chegando!

Ai, ai, ai, ai.....tá chegando a hora da Ana Julia sair do “forninho” e vir para esse mundo que só tem gente doida. Deve estar tão quentinho lá dentro da mamãe melancia (esse é o novo apelido da minha irmã), que dá até dó de tirar a “bichinha” de lá.

Jujú, eu sei que aí dentro está gostosinho, apesar de apertado, mas a gente quer te ver logo, estamos todos ansiosos para ver a sua carinha linda e apertar a sua bochechinha fofa!
Vamos lá hein gatinha, amanhã a lua muda, então não vá decepcionar a titia...rsrsrsrs.

Boa sorte à Mamãe Melancia!!!!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Pensando...

Será que existe algo, que deve determinar o tempo certo para ter filhos? O relógio biológico? A situação financeira do casal? O equilíbrio entre a vida pessoal e profissional? A idade ou fatores genéticos? Ou o simples e sincero desejo?
 
Tenho pensado muito sobre isso e comecei a cogitar se não estamos perdendo muito tempo, adiando a realização desse grande desejo de aumentar a família e ver nosso amor crescer em um ser que será um pedacinho de nós. Penso se, de alguma forma, não estou bloqueando a minha evolução, a do Marcio e a da criança que, talvez, tenha a missão de fazer parte da nossa família para ensinar, aprender e crescer junto a nós nesta vida. Penso se, de repente, temos débitos a serem quitados com esse “serzinho” ou ele conosco e estou impedindo que isso aconteça. Penso em parar de tomar o anticoncepcional e deixar que seja feita a vontade de Deus. Penso em como ficarão as coisas (financeiramente falando), se eu parar de tomar o remédio e engravidar em alguns meses. Penso que tem gente que consegue sobreviver com 4 ou 5 filhos e apenas um salário mínimo. Penso que, tanto eu como o Marcio, fomos criados com simplicidade e nem por isso nos faltou o essencial. Penso em como eu ficaria psicologicamente se, depois de tanto tempo para decidir, demorasse muito para conseguir engravidar. Penso em como iríamos reagir se descobrisse que não poderíamos ter filhos. Penso se seremos bons pais.
Penso, penso, penso... acho que eu penso demais!
    
E quanto mais eu penso, reflito, medito, analiso e faço cálculos, mais difícil fica decidir o que será melhor. Mas se é para pensar, prefiro pensar que, se tiver que ser, quando chegar o momento, nosso Pai mostrará o caminho.

terça-feira, 22 de junho de 2010

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Cinco anos!

Hoje fazem 5 anos que nos casamos e minha gente... como passa rápido!!!

Tantas coisas aconteceram, que nem sei se me lembro de tudo... viajamos, nos divertimos, brincamos de "lutinha", brigamos (como brigamos!), fizemos festinhas e muita bagunça, choramos de rir, choramos de raiva, compramos nosso carro e nosso apartamento, o cano estourou, a fiação queimou, o forro do teto caiu, tomamos banho de canequinha por 1 semana, adotamos a Teka (filhinha querida da mamãe), sofri o acidente, conhecemos a umbanda, o maridão coroou (Ogunhê meu pai!), bateram no nosso carro 2 vezes, sonhamos (e vamos continuar sonhando), mudamos os planos, mudamos de percepção, mudamos de casa, aprendemos muito (e temos muito a aprender), nos amamos e continuamos planejando o nosso "bacuri" para um futuro próximo.
Em cada um desses momentos, em todos os 1825 dias, não tenho dúvidas de que fomos protegidos e iluminados pelo Grande Criador de tudo e de todos.

Que Deus permita que a nossa união dure por muitos, muitos e muitos anos, e que eu tenha muita paciência para te aturar, né amor...rsrsrs brincadeira! Eu amo você hoje e sempre!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Pensamento do Dia


"Às vezes, quando se está furioso com alguém,
sentar e pensar sobre o problema
pode ajudar bastante!"

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Onfalocele - parte 2

Desde a postagem do dia 29 de janeiro - http://kellyemarcio.blogspot.com/2010_01_01_archive.html - descobri que a Onfalocele é um assunto de grande interesse, uma doença rara e pouco conhecida.

Recebi comentários de pessoas de vários lugares, umas com dúvidas e  receio das possíveis seqüelas, outras que nasceram com a doença e também a superaram. E graça aquela postagem sobre a onfalocele, conheci (virtualmente) um doce de pessoa que há tempos não responde meu e-mail, rsrss... beijinhos pra você Aline!

Confesso que nunca tinha pesquisado mais profundamente sobre o assunto, cresci sabendo que nasci com essa doença e me curei completamente, então era quase com uma coisa normal para mim, mas acabei descobrindo que é muito mais grave do que eu imaginava.

A incidência de casos de onfalocele é de aproximadamente 1 em cada 4.000 nascimentos, com predominância no sexo feminino, cinco vezes maior que nas crianças de sexo masculino.
  
Minha mãe diz que quando eu nasci, parecia que eu tinha um saquinho de carne em cima do umbigo, igual a um saco de carne comprada no açougue e até hoje ela acha que eu nasci assim porque ela caiu quando estava grávida, mas pelo que o médico disse e tbm pelo que pesquisei, não tem nada haver!

 

A aparência da gastrosquise é semelhante à da onfalocele. A diferença entre as duas condições reside no fato de a onfalocele ser uma herniação do conteúdo abdominal através do cordão umbilical e coberta pelo peritônio (a membrana abdominal), enquanto a gastrosquise é uma herniação através da parede do abdome (em geral em local próximo ao cordão) que não envolve o cordão umbilical e não apresenta cobertura de peritônio.

Fiz uma única cirurgia até hoje, com 1 dia de nascida, minha cicatriz não é muito grande e foi tudo tão bem feito que o local onde seria o meu umbigo ficou meio "fundinho" com o tempo, não é tão diferente dos outros. Fiquei na UTI por pouco tempo e não tive complicações ou sequelas. Lembro que quando eu era criança, minha mãe me levava ao médico regularmente para ser examinda, eles apertavam, apertavam, apertavam a minha barriguinha e pediam para fazer força, acho que para saber se as "tripinhas" não tinham saído do lugar..rs

terça-feira, 25 de maio de 2010

Momentos...

"Teu abraço é o silêncio
Onde encontro minha paz
Abrigo em que me escondo
Quando a vida pesa demais
Teu abraço é o momento
Que minha alma refaz
Onde desfaço o sofrimento
Que a tua ausência me traz."

terça-feira, 4 de maio de 2010

Para todos os dias



Oração da Manhã
Senhor, no silêncio deste dia que amanhece,
venho pedir-te a paz, a sabedoria, a força.
Quero olhar hoje o mundo com olhos cheios de amor, ser paciente, compreensivo, manso e prudente.
Ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vê,
e assim não ver senão o bem em cada um.
Cerra meus ouvidos a toda calúnia.
Guarda minha língua de toda maldade.
Que só de bênçãos se encha meu espírito.
Que eu seja tão bondoso e alegre, que todos
os que se aproximarem de mim sintam tua presença.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

E o tempo não para

Tenho a impressão de que o ano está passando muito rápido e de que os meus dias têm menos de 24 horas. Nem nas minhas férias consegui dar conta de tudo, a chuva atrapalhou, a preguiça atrapalhou, a distância atrabalhou e a falta de tempo não deixou. Parece que foi "ontem" que nos casamos, mas o mês que vem já vamos fazer 5 anos de casamento! Parece que foi ontem que fiz 18 anos e daqui a alguns meses já vou completar... hum, deixa pra lá, vamos mudar de assunto...rs

Já se passaram 4 meses do ano! 120 dias! 2.880 horas! E ainda tenho muito o que fazer, muitos planos para concluir e metas a atingir. Afff! Há tantas coisas que quero fazer ainda este ano, mas às vezes parece que não vai dar.

Todos os acontecimentos me fazem pensar que não será um ano fácil, nunca é, mas dessa vez a sensação é diferente. Estou dizendo de um modo geral, na vida particular, no relacionamento familiar, no trabalho e no mundo a nossa volta, é só observar tudo o que está acontecendo que vão ver que não estou falando besteira. O mundo inteiro está um caos, essa é a verdade!

Cheguei a conclusão que devo ficar muito atenta, de olhos e ouvidos bem abertos e com a boca mais fechada ( isso é muito importante ), mantendo sempre a fé e o otimismo, a calma e a paciência e sugiro que façam o mesmo. Confesso que às vezes é difícil para mim, ainda tenho muito a aprender e espero que aprenda ainda nessa vida.

Estou tentando ficar preparada para tudo o que poderá acontecer: alegrias, tristezas, mágoas, mudanças, dúvidas, vitória, descobertas, conflitos interior, muito trabalho, falsidades, decisões, inseguranças, decepções, ingratidão... mas no fim das contas, tenho certeza de que tudo dará certo, se Deus quiser!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

A Palavra


 
"Somos guerreiros sem armas
Usamos apenas a palavra
Que vem como fogo do céu
Que vem como a força do mar
Que brilha feito a luz do sol
Impossível de se apagar.

Nossa missão: pregar a paz, felicidade e o amor
Alegria em todo lugar
E fé no criador
Por isso é precisso coragem
Sabedoria e ter humildade
Ser puro de coração
Dar o braço a quem pede a mão.

Sim, eu sei que virão dificuldades
Mas existe alguém que toma conta de nós
Derrubar mentiras e vaidades
Mostra ao mundo o caminho da verdade.

"Há mais de 2.000 anos nascia um Homem
Que dividiu pensamentos e sentimentos
Príncipe da Paz, que veio à terra pregar o amor
Jamais usou a força para dizer quem era,
Usou apenas a palavra."

(Música - Chimarruts )
   

terça-feira, 27 de abril de 2010

Acabou-se o que era doce

Boa tarde meninos e meninas!
 
Voltei ontem de férias e minha gente.... foram 25 dias de pura correria, mas deu para descançar e dormir um pouquinho.

Aos poucos vou tentando atualizar o blog, quer dizer, enquanto o "poderoso chefão" permitir né, porque na ausênsia da escrava que vos fala, até minha pasta de fotos foi deletada.
Brincadeiras a parte, o negócio aqui tá pegando geral!!!!

Parabéns aos noivos Cintia e Vando  (não é o cantor! rs) que casaram "civilmente" (isso existe mesmo? rs) no sábabo passado, muuuuitas felicidades irmã!!! E parabéns a minha querida hermana Kamilla que fez aniversário ontem!!!

Fotos serão postadas depois. 
Beijinhos, beijinhos e até mais!

quarta-feira, 31 de março de 2010

Minha Querida

Em clima de férias, hoje vou falar sobre minha querida irmã mais nova, Kamilla. Sim, foi ela quem me roubou a posição de filha caçula! rsrsrs, tá perdoada!
  
  
Eu tinha 12 anos quando ela nasceu, tudo que sei sobre cuidar de bebês e crianças, aprendi primeiro com ela e depois me aperfeiçoei com o meu sobrinho, rsrsrs, mas ela foi a minha primeira cobaia.

Sempre foi um amor e muito inteligente desde pequena. Quando a gente lê coisas que ela escrevia aos 5, 6 anos, nos divertimos muito e ficamos pensando de onde ela tirava aquelas idéias.
Como toda boa irmã mais velha, eu provocava ela... dizia que tinhamos achado ela no lixo e que o boneco assassino estava atrás dela... ahahahahaha, foi mal irmã, mas era engraçado demais!

Quantas fraldas trocadas e banhos dados, quantas sopinhas dadas pacientemente na boca, quantas vezes fiz cachinhos naquele cabelo... ah! que saudade!
   
Ela adora tirar fotos, fazendo “caras e bocas” até hoje!

Essa é histórica, poucas pessoas sabem quem é o garoto assediado na foto. Se eu falar quem é, vou ter que apagar sua memória e depois disso ela me matar!
  
Ela é muito sensível, chora fácil sabe. É divertida, carinhosa, muuuuuuito inteligente, sincera, educada, humilde, responsável, amiga, super gente boa mesmo. Fora que ela é uma GATA!
 
 
Não estou sendo puxa saco não, ela é tudo isso mesmo, maaaaaaaaas.....
Não peça para ela limpar, lavar, passar e cozinhar, e se ela perder a paciência: BUUUMMM!!!! Então, muito cuidado! rsrsrs

Tenho muito orgulho da grande mulher que ela está se tornando e tenho certeza que Deus está preparando muitas coisas maravilhosas para ela. Ká, se sabe né? Amo você!!!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Enquanto isso...

Enquanto eu saio para trabalhar, ela começa o dia assim:
 

Tomando um solzinho, bronzeando a pança!
Olha os olhinhos fechando...rsrsrs


êêê Teka, que vida boa vc arrumou hein!
É mole ou quer mais?

terça-feira, 16 de março de 2010

Saudade


Tô com saudade de tu, meu desejo
Tô com saudade do beijo e do mel
Do teu olhar carinhoso
Do teu abraço gostoso
De passear no teu céu

É tão difícil ficar sem você
O teu amor é gostoso demais
Teu cheiro me dar prazer
Quando estou com você
Estou nos braços da paz

Pensamento viaja
E vai buscar meu bem-querer
Não dá prá ser feliz, assim
Tem dó de mim
O que eu posso fazer.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Eu Sei

 
"Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar
Porque eu sei que é amor
Porque eu sei, é amor."
 

terça-feira, 9 de março de 2010

O Que Acontece...

O que acontece quando um carro capota a 120km e você está no banco traseiro sem o cinto de segurança??? Existem várias possibilidades, de escorriações à pescoço quebrado, certo?

Mas como o bom Deus me abençoou com um Anjo da Guarda iluminado, eu ganhei apenas isso...

2 placas, 15 parafusos, 40 pontos e 5 meses sem por o pé no chão

O carro perdeu o controle e capotou no canteiro central da Rodovia Bandeirantes, foi tudo muito rápido, quando percebi já tinha acontecido e agora eu sei como as roupas se sentem dentro da máquina de lavar rsrsrs. Não conseguia acreditar que aquilo estava acontecendo comigo, a gente nunca imagina que pode acontecer conosco, né!? E posso falar, é terrivelmente assustador!!!

Vocês não imaginam como a solidariedade das pessoas numa horas dessa faz a diferença, mas nada como ter um rosto conhecido por perto, eu só queria que o maridão estivesse ali segurando a minha mão, mas ele estava tão longe, e eu fiquei pensando como ficaria preocupado quando soubesse.

As meninas que estavam na frente não tiveram nada grave (estavam de cinto de segurança, garotas espertas!), uma bateu a cabeça, a outra a perna, e tiveram alguns arranhões, mas não quebraram nada e nem precisaram levar pontos. Na hora em que saí do carro e vi minha perna mole e doendo pra cacete, eu já sabia, tinha quebrado. E dói viu, puta merda como dói, eu tremia de dor e ficava imaginando que era fratura exposta, que meu pé devia estar preto, que iam cortar fora...rsrsrs. Nossa que viajem a minha, mas na hora colega, vc imagina de tudo.

Como eu estava do lado direito do carro, meu braço direito ficou cheio de cortes e tinha um corte profundo embaixo do braço, que ninguem tinha visto e eu não sentia por causa da dor na perna que era bem maior, claro! Meu marido foi quem viu o corte 10 horas depois do acidente e pela cara que ele fez, eu vi que era sério.
Pensei: "beleza, mete anestisia aí e vamos costurar essa bagaça logo!", eu já estava ali mesmo, não podia nem sair correndo rsrsrs.
O médico olhou e disse: "hum, tá vamos suturar", pensei: "demorô, tô dentro!". Dois meses depois, no punho onde eu tinha levado 4 pontos, eu senti uma coisinha pontuda e adivinhem? Era um pedaço de vidro!!! Por isso não parava de doer, eu sei que o organismo ia expulsá-lo a qualquer hora, mas eu não ia esperar isso acontecer, então fui no médico pra fazer "o parto".

Como desgraça pouca é bobagem, eu estava naqueles dias!
Sim garotas, naqueles dias que a gente adora!
Achei que eu ia morrer de vergonha das enfermeiras me darem banho, mas quando não se tem opções amiga, a vergonha que se dane! Não era agradável mas o que eu podia fazer? Estava com um gesso até o bumbum e não podia nem virar de lado sozinha!

Eu sei que esse acidente teve motivo para acontecer comigo e até hoje tento aprender algo com ele. Aprendi muito, enxerguei muitas coisas que antes não podia ver e coisas que já sabia ficaram ainda mais claras.
Como por exemplo: quer saber quem realmente se importa com vc? Case, não faça festa e veja quem vai lhe cumprimentar na igreja.
Se sofrer um acidente ou ficar doente, observe quem realmente se importa e te liga pra saber como você está ou vai te visitar.
Vocês vão se surpreender!

Passando cinco meses em casa, tive muuuuuito tempo para pensar, observar, enxergar e mudar algumas coisas, não sei se esse era o objetivo Divino, mas aprendi muito e tenho certeza que muita gente que convive comigo, também parou para pensar na vida e na morte.

Hoje estou aqui postando para vocês, mas e amanhã?
Só Deus sabe! Essa é a pura verdade.
E é por isso que toda noite quando coloco o cabeção no traveseiro, agradeço ao grande Criador por mais um dia de vida.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Medo do que?

 
Medo de morrer, de altura, de ser assaltada, do imposto de renda?

Acho que nunca tive medo de morrer, isso vai ter que acontecer com todo mundo um dia, não dá para evitar. É como dizem: "Para morrer basta estar vivo".

Quando era pequena tinha medo de filmes de terror e injeção, falava para minha mãe que nunca ia querer ter filhos porque sabia que tinha que tomar injeção, então eu não queria.
Assistia filmes de terror apavorada, mas não desgrudava o olho da tv, depois saia correndo para o quarto, pulava na cama e cobria a cabeça porque eu acha que o Freddy Krueger, o Jason e o Chuck (o briquedo assassino, não o Chuck Norris) estavam embaixo da cama esperando eu colocar o pé pra fora para eles me puxarem...rsrsrs
Como criança é boba!
 
Também já tive medo do quadro do menino que chora, de ET, da loira do banheiro, da solidão, de não poder ter filhos e de perder minha perna quando sofri o acidente (não que isso fosse uma hipótese, mas na hora do desespero, eu fiquei com medo).

E tem o medo de mar, ainda tenho porque não sei nadar, mas está melhorando aos poucos. Esse medo é engraçado porque em algumas épocas eu entrava no mar tranquilamente e em outras ficava apavorada com as ondas. Mas fazendo uma análise, acho que é o único que permanece, pelo menos até eu aprender a nadar! rs.
 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Gorda não, fortinha!

Quando pegamos a Teka da rua ela era magrela, tão magrela que passou entre o vão do portão duas vezes, hoje em dia ela enfia só a cabeçona e para tirar, tem que virar de lado e fazer um esforcinho...rs

Essa era a Teka magrela 
Esse é o portão, se observarem a foto vão ver que tinhamos colocado uma redinha no portão para ela não sair, mas ela comeu um pedaço da rede e saiu pela 2ª vez. Terrivel!

Todo mundo que a vê diz: "nossa como é fortona" ou "nossa como ela está gorda!" (tadinha!)
Atualmente deve estar pesando uns 30 kilos e é visivelmente forte mesmo (o orgulho da mamãe), mas ela não come muito, pelo contrário, a comida dela é racionada, come apenas a quantidade indicada no pacote de ração, de acordo com a idade e tamanho e nem um grãozinho a mais. E não adianta me olhar com aquele olhinhos lindos de "me dá mais um pouquinho?" ou "me dá um pedaço do seu pão?", que não cola!
 
Todos os petiscos que tem muita gordura são proibidos: ossinhos, biscoitos, ração de latinha e bifinhos, mas verduras, frutas (não cítricas) e osso defumado, pode! Ainda bem, porque ela adoooora pepino, mamão, banana, beterraba, maçã e batata.
  
Olha aí, comendo seu ossinho light (defumado), depois que o papai deu banho nela

O veterinário disse que ela tem tendência a engordar, pode? Até a cachorra tem tendência a engordar nessa família! rsrsrs
Ele indicou uma ração para cachorros obesos (não que ela seja obesa), mas não dá gente! A bendita custa R$ 170 o pacote de 10 kg que dá para um mês e a que ela come atualmente custa R$ 35, vejam a diferença, não tenho como gastar tudo isso de ração por mês, é a metade do valor do aluguel! Eu sei que é para o bem dela, mas no momento não dá!
 
O jeito é continuar racionando a ração e levar ela pra passear de vez em quando, mas cadê o tempo? Mas uma coisa eu te digo: este ano todo mundo lá em casa vai ter que entrar na dança para perder uns quilinhos...rsrsrs. Ah, vai!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

A Comédia do Dia

Ontem em frente a estação Sé do Metrô, tinha um rapaz pedindo esmola, com uma cara de que estava muito louco (acho era do sol, né... rsrsrs). Aí ele soltou essa:

- Moço, me dá 50 centavos pra eu comprar pinga!
Deu uma risadinha e continuou:
- Eu não vou falar que é pra comprar comida, porque eu não tô com fome!
E deu risada denovo.

O jeito que ele falou foi muito engraçado.
Sincero e cara de pau, ele me fez rir por um bom tempo.... rsrsrs.
  

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo

Apresentando: Sr. Severino, meu pai
   
Ele nasceu e cresceu na roça, roça mesmo, tipo no meio do mato, muuuuuito longe da cidade sabe. Às vezes ele conta cada estória de quando ele era pequeno, que é difícil imaginar.

É a paciência em pessoa, humilde, sincero, determinado e trabalhador, tem um coração enooooorme, está sempre disposto a ajudar quem quer que seja.

Muito inteligente, meu pai fez apenas a 1ª série do ensino médio na escola e aprendeu muita coisa sozinho, planejou e construiu todas as nossas casas, ele faz contas de cabeça rapidinho, enquanto eu ainda estou contando nos dedos... rs.

Quando eu era pequena e depois de grande também, eu cortava as unhas dele. Eu era a única que fazia isso e gostava, acho que essa era uma das nossas maneiras de ficarmos juntos, engraçado né. Em uma das minha sessões de pedicure, fiz ele pegar 2 dias de licença no serviço, por causa de uma unha do pé que eu cortei e inflamou, rs, mas isso foi só uma vez, é que ele tem a unha muito dura gente! rs.rs.rs. Depois que casei, passei o cargo para meu sobrinho Gabriel.

Foi ele que me ensinou a gostar do rei, Roberto Carlos.... é verdade, eu gosto mesmo de algumas músicas, porque são bonitas (apesar de bregas) e porque meu pai sempre ouvia, desde que eu era pequena. Então quando ouço uma música do rei, sempre lembro do meu “papito”. E quando coloco o cd do Robertão no carro, meu marido fala: "ah amor, Roberto Carlos não!"... rsrsrs

Ele não se entende muito com computador (só joga paciência, rs), o negócio dele é filmagem, adorar filmar nossas festinhas familiares e flagrar a gente de boca cheia. Pô pai, aí não pode né!

Olha aí, eu não falei!

Ele é meu PAIZÃO!

Meu querido, meu velho, meu amigo (Roberto Carlos)

Esses seus cabelos brancos, bonitos, esse olhar cansado, profundo
Me dizendo coisas, num grito, me ensinando tanto do mundo...
E esses passos lentos, de agora, caminhando sempre comigo,
Já correram tanto na vida,
Meu querido, meu velho, meu amigo

Sua vida cheia de histórias e essas rugas marcadas pelo tempo,
Lembranças de antigas vitórias ou lágrimas choradas, ao vento...
Sua voz macia me acalma e me diz muito mais do que eu digo
Me calando fundo na alma
Meu querido, meu velho, meu amigo

Seu passado vive presente nas experiências
Contidas nesse coração, consciente da beleza das coisas da vida.
Seu sorriso franco me anima, seu conselho certo me ensina,
Beijo suas mãos e lhe digo
Meu querido, meu velho, meu amigo

Eu já lhe falei de tudo,
Mas tudo isso é pouco
Diante do que sinto...
Olhando seus cabelos, tão bonitos,
Beijo suas mãos e digo
Meu querido, meu velho, meu amigo

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Você sabe o que é Onfalocele? - Parte 1


Lembram quando mencionei que nasci com um probleminha?
Então, o problema era esse aí, de nome esquisito.
Hoje em dia, esse tipo de "defeito"é detectado pelo exame de ultrassom, mas durante a gravidez, minha mãe disse que não foi feita uma ultrassonografia sequer, dá pra acreditar???
Ainda bem que a medicina está evoluindo bastante.
 
A onfalocele é um defeito congênito no centro da parede abdominal através do qual protruem os órgãos abdominais. Através de uma onfalocele, pode ocorrer a protrusão de quantidades variáveis do intestino e de outros órgãos abdominais, dependendo do tamanho do defeito. Para evitar a lesão intestinal e a infecção abdominal, o médico repara o defeito o mais rapidamente possível.
                 
Foi uma surpresa para todos quando eu nasci, inclusive para os médicos, e nem poderia ter sido feito o parto normal, deveria ter sido cesárea, pois há o risco de ruptura dos orgãos.
Minha "mamadí" coitada, mal teve tempo de ver sua cria, os médicos e enfermeiros corriam de um lado para o outros e não diziam o que estava acontecendo. Como já contei anteriormente, fui operada com 24 hs de nascida (para colocarem as coisas para dentro) e fiquei na UTI por uma semana. Recuperação tranquila, nunca tive problemas.
 
A única coisa que restou foi o umbigo diferente das outras pessoas, pois no lugar do umbigo eu tinha uma cicatriz de cirurgia, ele não cicatrizou como o umbigo de todo mundo cicatriza.
Mas eu não ligo para isso, nunca liguei e com o tempo ele foi ficando fundo, parecendo mais com um umbigo normal.... rsrsrs.
Pra que ter o umbigo igual ao de todo mundo?
Para que serve o umbigo?
Eu não sei, mas prefiro ter minhas "tripinhas" dentro da barriga e estar viva, porque eu não uso o umbigo pra nada mesmo, rsrsrsrs.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Terra da garoa?

Alguém me explica essa chuva toda?
A chuva só é agradável se você estiver dentro de casa, bem quentinha, assistindo um filminho com o maridinho... e terça-feira, definitivamente, eu não estava quentinha.

Quando saí do trabalho mais cedo para ir ao médico, na Praça da Sé o céu estava claro, nem sinal de chuva, pensei: "maravilha, dei sorte!"
Puro engano meu, cara leitora!
Conforme as estações do Metrô iam passando, o tempo ia fechando e o céu ia ficando cada vez mais cinza.
Do cinza “xiii será que vai chover?”, passou para o cinza “merda, na zona leste já deve estar chovendo” e quando cheguei no Tatuapé, borrou de vez. Era o famoso cinza “me lasquei de vez, vou me molhar toda!”

Peguei o ônibus feliz e sequinha, mas foi por pouco tempo, porque quando eu desci no ponto, colega.... já não tinha mais volta. Era uma chuva de vento monstra, as ruas estavam com uns 10 cm de água, até cobrindo a guia, não dava para atravessar a rua e quando os carros passavam, jogavam água para todo lado!

Fiquei impressionada... e se São Pedro estava lavando o céu, ele estava com uma baita mangueira, porque era muuuuuuuita água.
Parei num lugar coberto (mas com goteira) e fiquei esperando a água baixar. Cheguei no consultório molhada da coxa para baixo, mas muito molhada mesmo e com um p* cólica... puts maior vergonha, mas eu não podia voltar para casa sem o atestado médico.
Enfim, esperei 1 hora passando o maior frio, quando o médico finalmente me atendeu, pediu para eu sentar com as pernas esticadas na maca e adivinha???
Sim, é isso mesmo, minha calça deu uma molhadinha básica no lençol da maca, morri de vergonha, mas fingi que não tinha visto nada e rezei para que ele só visse depois que estivesse ido embora.

Não tive culpa, foram as forças da natureza!
Mas se eu soubesse que seria assim, teria ido de galocha.
Só espero que ele não se lembre de mim, como a paciente da calça molhada...rsrsrs

êêê São Paulo da garoa....

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Homenageada da Semana

Minha mãe.

Geni.
Baixinha, pernambucana e arretada, ela é "pau pra toda obra"!
E vai gostar de fazer obras lá em casa, viu! rs.rs.

Se você algum dia, ver esta mulher andando pela rua devagar, chama o SAMU que ela deve estar passando mal... rs.rs.rs. É verdade, ela não sabe andar devagar, está sempre correndo e fazendo alguma coisa... pois isso a chamam de "ligeirinha".

Trabalhadora, forte e determinada, não se entimida com qualquer coisa e não liga para o que os outros vão pensar, é como diz Lady Kate: "tô pagaaaanú"...rs.rs.rs... Mas vou admitir, tem um gênio difiiiiiiicil, às vezes ela é briguenta pra burro. rs.rs.rs.

A única vez que eu ví a vida dar uma rasteira nela, a fazendo cair de bunda "estatelada" no chão, foi quando teve depressão, mas graças a Deus e com a força da família buscapé, ela levantou, sacudiu a poeira, ergueu a cabeça e saiu tocando a vida. Sempre "ligeirinha", na velocidade 5... rs.rs.rs.

Ela engravidou de mim sem planejar, minha irmã tinha 3 anos e eles tinha acabado de comprar uma casa de 2 cômodos.
E eu já cheguei ao mundo causando (rs.rs.rs.) e dando a maior preocupação a todos.
Nasci com um problema e tive que ser transferida imediatamente para outro hospital para ser operada 1 dia depois, com risco de morte.
Meu pai teve até que assinar um termo de responsabilidade.
Minha mãe mal teve tempo de me ver, voltou para casa sem mim e ainda ficou uma semana indo na UTI para me visitar e amamentar.
Não consigo imaginar o sentimento de carregar no ventre uma criança e voltar do hospital sem ela, sabendo que foi operada e está na UTI! Deve ter sido horrivel.

Em 2008 quando sofri um acidente de carro (conto mais em outro post), ela fez questão de dormir no quarto na primeira noite, mesmo não podendo ela deu um jeitinho.
Eu estava bem, mas mesmo assim ela quis ficar e cada vez que eu me mexia ela acordava e vinha ver se eu estava bem. Parecia que eu era criança novamente. rs. É por isso que dizem: mãe é mãe!

Quando eu crescer quero ser forte e determinada igual a ela!
Amo você doida! Obrigada por tudo!